2 de setembro de 2012


"Não podemos compreender nada se o mais raso que estivermos dentro daquilo, não seja no fundo. Qualquer coisa que avistamos incluir em nossa vida é para ser profundo, a ponto de que ali possamos mergulhar. Não acredito em nada diferente disso, e é por isso que não desvio, mas seguro o olhar.
Ele não entende e a resposta vem errada. A resposta não vem. Mesmo com todos os sinais e simpatias, mesmo com tantas coincidências premedidatas. Será que não pensa sobre as possibilidades e em alguma realidade me imaginar na sua vida? Será que deixaria eu colocar na sua estante uma fotografia do que seria se eu e ele fomos nós? Será que atenderia o telefone de madrugada? Será que pensaria em amar alguém tão apaixonada? Será que se doaria para alguém que não tem quase nada? Será que apostaria um futuro por alguém que acabou de esbarrar? Será que o sorriso que tem já é de alguém ou de outro lugar?
Quando entenderá que quero estar dentro, difusa com sua vida e seu sonhar? Quando entenderá que agora ele não é só alguém que encontrei nestas idas e vindas e não é só uma história para um dia lembrar? Quando notará que meu desejo não é só para agora, que só quero ir lá fora se vier me acompanhar? Quando entenderá que não é um estranho, um conhecido, um amigo que só encontro se a coincidência deixar? Quando estará comigo além de um breve olhar? Quando seu corpo se perderá com o meu? Quando eu vou poder entrar na sua rotina? Quando vou deixar das indiretas para te acordar? Quando vou poder mergulhar, ir no fundo, no teu mais que mais profundo e nunca mais voltar?"


Cáh Morandi

"... Mas fica, meu amor.
Quem sabe um dia, por descuido ou poesia,
você goste de ficar."


Chico Buarque

5 Comentários ♥:

Fique mais um segundo... disse...

Oi, Gisele, bom dia!!
A diferença entre raso e profundo é tão essencial! A maioria das pessoas não a percebe. Mas não todas porque não possam. Algumas, porque não querem. Por isso, as sete vezes em que o “será” aparece e as nove vezes que o “quando” se faz presente no lindo texto da Cáh podem ter suas dezesseis respostas ou nenhuma. Mergulhamos, sim. Mas as pessoas nem sempre mergulham, porque não saibam ou porque não queiram. Ficam no raso para nós ou porque fiquem para o mundo ou porque é só para nós mesmo. E, entre todas, é essa a dúvida que mais mata!
Se estamos mergulhados num sentimento, é melhor que a pessoa saiba e se posicione para que ou continuemos mergulhados –com ela – ou venhamos à tona para seguir a vida.
Um beijo carinhoso
Doces sonhos
Lello

jackie disse...

Gisele!!! Que bonito escribes!!! Un placer leerte, Saludos desde Puerto Rico, Bendiciones!

Silvana Haddad disse...

Oi Gi:

Passando pra avisar que fiz uma postagem divulgando seu blog lá no meu.
É uma nova brincadeira que está circulando pela Internet, e como gosto muito do seu blog, nada mais justo do que divulgar, né.
Boa semana!!!
Bjs.:
Sil

Fernando Santos (Chana) disse...

Belo texto...Espectacular....
Cumprimentos

CORAÇÃO QUE PULSA disse...

Lindo!!!
Grandes palavras....

Postar um comentário

Sinta-se plenamente livre para expor suas idéias.
Eu fico imensamente grata por sua atenção e pelo
carinho dedicado.

Beijos!

Gisele

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...