30 de dezembro de 2010


"Parece que jamais serás a mesma e que nada mais terá sentido como antes, mas assim como é líquida essa tristeza, essas águas são dinâmicas e fluidas.
Então deixa que as coisas se renovem, e que as perdas tenham mais de um sentido, que os vazios te ofereçam mais espaço, pra que a vida te compense com o impossível. E permita que a alegria se aproxime, e que traga mais calor para os teus dias, quando tudo nos parece um desolo, é possível ainda assim, ser poesia.
Seja forte, siga em frente, respire fundo, e perceba a importância de se ter braços vazios, pra que se possa ter espaço em si para abraçar o mundo."

Marla de Queiroz

2 Comentários ♥:

Karine disse...

Nossa que lindo!
"E permita que a alegria se aproxime"
Deixe que ela chegue, e se acomchegue na sua casa, na sua vida, deixa ela entrar, sente um gostinho, bom, um vento soprando, tenho certeza que ela já chegou aí!

Priscilla disse...

Gi querida, tens selinho no meu blog!
Passa lá!
Um grande beijo!

Postar um comentário

Sinta-se plenamente livre para expor suas idéias.
Eu fico imensamente grata por sua atenção e pelo
carinho dedicado.

Beijos!

Gisele

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...