15 de abril de 2012

E entre tudo que ele poderia ser pra mim,
ele escolheu ser saudade.


Caio Fernando Abreu.


Você foi sem que eu conseguisse dar um tchau ou um até breve. Adeus só dou para aqueles que não mais verei e você, definitivamente, não está nessa lista. Nos veremos muitas e muitas e muitas vezes. Mesmo assim eu gostaria de ter te abraçado e ter dito tudo que você significa na minha vida. Tenho um medo metade suave e metade áspero que você não saiba ao certo o quanto eu te amo e como eu ainda preciso, acredite, que você me defenda (não mais de bruxas e monstros, mas dos meus próprios fantasmas).

Fui embora e no caminho pingos de chuva coloridos molhavam o vidro do carro. Pessoas em silêncio, fazendo análises silenciosas e, quem sabe, confissões para seus pensamentos e afastando possíveis temores. Mas eu só olhava pela janela, observava os carros indo e vindo, os pára-brisas em movimentos precisos em total descompasso com meu coração indeciso. Você sabe que no seu lugar ficou uma saudade rosa pink que de vez em quando muda de cor e se torna doída?

O barulho da chuva me trouxe a lembrança de que sempre estivemos juntos. Eu, você e nossos defeitos. Eu e você, imperfeitos. Cada um de um jeito, cada jeito incompleto, nossos laços eternos. E eu me pergunto: será mesmo? O tempo afasta até mesmo aqueles que são unidos por amores invisíveis, por um sangue idêntico que circula em veias aparentes. Na volta para casa eu percebi que meu lugar ainda é aqui. Mas você já tinha ido faz tempo.

Em muitas noites você me socorreu, em muitos dias eu te defendi. Em várias noites você chorou no meu ombro, em várias madrugadas eu tirei os meus melhores conselhos e cafunés da fronha. E assim nós fomos vivendo...

Você foi embora. De uma hora para a outra o meu único elo com o passado, a minha única referência de futuro pegou as malas e saiu sem data certa para voltar. Você voltou. E foi novamente.
E voltou e foi...sem mais voltar.


Nós crescemos, talvez você tenha evoluído mais do que eu, afinal, você sempre foi mais centrado, prático, esforçado, competente e racional. Eu sempre fui a avoada, emotiva, atrapalhada e sempre andei de mãos dadas com a preguiça. O que eu realmente quero que você saiba é que não importa o tempo que passe, o que aconteça ou o que a vida nos ensine. Não interessa quem somos ou quem vamos nos tornar. O que vale é o que carregamos dentro de nós.

E você, guarde isso na memória para todo o sempre, eu carrego junto comigo todos os dias.

Clarissa Corrêa.

22 Comentários ♥:

Ni ... disse...

Tudo lindo demais por aqui... parabéns...

brilho de uma lembrança eterna disse...

Muito lindo *-*
Muitos passam em nossas vidas, e muitos se vão, mais poucos ficam no coração, e nem sempre quem permanece em nossos corações permanece em nossas vidas. é preciso sobreviver a esse fato.

Belo Post. Tenha uma boa tarde e um ótimo fds.

Rose disse...

Gisele, vim retribuir ao carinho de sua visita e comentário. Adorei seu post.Ele expressa de forma delicada esse sentimento que acalma e faz doer todas as vezes que entra em nosso coração. O AMOR. Beijinhosssss

disse...

que post mais lindo...
boa semana!
beijos

Kamylla Cavalcanti disse...

Oh Gi saudades de visitar seu cantinho!
Lindo texto!

Danny disse...

oooi linda, parabéns por esse blog lindo, que eu amei, eu não conhecia, agora que conheci,vou sempre está por aqui, pois amei tudo aqui, o layout é super foofo, suas postagens são mt boas, percebi que criatividade não falta a você né?! não mesmo, todo aqui é lindo demais.. Parabéns mais uma vez linda, por se dedicar ao máximo para seus leitores, vou seguir aqui :D
Da uma passadinha lá no meu blog, se gostar, segue por favor ;*

Beijos

http://meeninamulheer.blogspot.com.br/

don vito andolina disse...

Hola, concisas y precisas letras desnudan a golpe de talento la pura belleza germinal de este blog, si te va la palabra encadenada, la poesía, te espero en el mio,será un placer,es,
http://ligerodeequipaje1875.blogspot.com.es/
gracias, pasa buen día, besos totales..

Rita disse...

Olá bom dia pra você,visito seu Blog
e deixo aqui um abraço pela postagem
sempre gratificante ,que gosto muito!
Minha frase de hoje!

Se um dia errei,aprendi com o Tempo
Que a minha maior virtude,é reparar
a Tempo meu erro.

(Rita Sperchi)

♥♥♥Ani♥♥♥ disse...

Olá Gisele


Amei o post, lindo mesmo e a frase de início do Caio Fernando é maravilhosa...

Beijos
Ani

Yohana Sanfer disse...

Belíssimo texto....adoro os escritos dela!
Obrigada pela sua visita e seu carinho moça! Seja bem vinda sempre!

don vito andolina disse...

Hola Gisele,regreso ligero de equipaje a tu hermosa casa, aquí me quedo, muy agradecido, pasa buen día, besos afines..

silvioafonso disse...

.


Adorei isso aqui, juro.
Vou seguir seu blog,
espero que siga o meu.

silvioafonso







.

wanessinha disse...

oie tudo bem..me desculpe pela ausencia é que
ando meia sem tempo pra ta visitando os blog
mais hoje tirei um tempinho..pra todos...
se eu sumir por favor não deixe de me seguir
e que ando meia sem tempo mesmo..mais agradeço pelo carinho
e pela sua atenção..sempre com meu cantinho..
e sempre que ter estarei aqui no seu cantinho pra dar aquela espiadinha ok
xauzinho bjs e otimo final de semana

Marcelle Monteiro disse...

Gosto tanto quando leio algo que toca o meu coração. Eu li isso e ao mesmo tempo pensava "Nossa como parece comigo!". Tem uma hora que aquilo que amamos e queremos com toda a força se vai, e se volta só o tempo doloroso dirá.
http://mundrose.blogspot.com.br/

Tatiane Salles. disse...

Puxa, parabéns pelo blog. Adorei! Estarei
passando constantemente por aqui. Se puder seguir meu blog também, ficarei agradecida.

http://tatian-esalles.blogspot.com.br/

Ótima semana, att.

Tati.

disse...

aguardando post novo.
beijos

wanessinha disse...

oi to passando pra dizer um oieeee
e te desejar uma bela noite..xauzinho bjs
http://segredosdeumamulherapaixonada.blogspot.com.br/

rejane disse...

passando rapidinho para dizer "oi" ....

Fernando Santos (Chana) disse...

Belo texto...Espectacular....
Cumprimentos

Lauriane disse...

Adorei a carinha do seu blog!!

Kátia disse...

Escrito para mim.
Quero que volte mesmo que depois vá embora...

rosa maria Fdf disse...

A frase que precede o texto não é de autoria do Caio Fernando Abreu. A verdadeira autora chama-se Karla Tabalipa

Postar um comentário

Sinta-se plenamente livre para expor suas idéias.
Eu fico imensamente grata por sua atenção e pelo
carinho dedicado.

Beijos!

Gisele

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...