11 de novembro de 2010


Hoje estou melancólica e suspirosa, choveu muito, a água invadiu
este porão de lembranças, bóiam na enxurrada a caminho do rio.
Deixo que naveguem, pois não as perderei.
O rio é dentro de mim”.

Adélia Prado

2 Comentários ♥:

Ellen Azevedo disse...

Pura sensibilidade.

Klíssia disse...

Oi Gi, tudo bem? Felizmente ou infelizmente (rs!) não tem como impedir ou barrar as lembranças, elas vão e vem, deixando aquela sensação de saudade, de tudo que foi vivido. E se lembramos é porque foi vivido intensamente, e isso já valeu tudo. Sinal que está guardado para sempre! Bjos minha linda!

Postar um comentário

Sinta-se plenamente livre para expor suas idéias.
Eu fico imensamente grata por sua atenção e pelo
carinho dedicado.

Beijos!

Gisele

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...